sexta-feira, 13 de março de 2009

Lista de compras

É a coisa mais estranha a lista das coisas que eu levo para a França quando venho ao Brasil.

. Carne seca - Nunca tinha comprado carne seca antes de me mudar para Paris. Agora, quando vejo que só resta um pacote, já tremo de nervoso.

. Cachaça - Outro item do qual não me lembro de ter comprado anteriormente. E outro que me faz tremer quando está acabando, talvez por um motivo diferente.

. Caixas de paçoquinha - Geralmente levo para um amigo. Dificilmente chegam a ele.

. Goiabada - Levo pra mim. Aí provo e me lembro de que não gosto. Acabam seus dias na casa desse amigo que esperava as paçocas.

. Biquíni para a sogra - Tenho certeza, ela nunca vai usar. Foi assim todas as 4 ou 5 vezes.

. Geléia de pimenta para o sogro - O último pote passou 11 meses aberto na geladeira dele. Juro que só vou levar mais esse. Juro!

. Fantasias para as filhas de amigos - Uma delas ganhou a da fada Sininho, e até a colocou no carnaval do ano passado. Mas com 3 casacos por cima, todo mundo jurou que ela estava vestida de urso polar.

. Purpurina - Pra usar no carnaval parisiense. Bom, talvez seja hora de começar a rever essas minhas compras carnavalescas.

. Pacotes de sopa em pó - Com o incrível sabor de... sopa em pó.

. Xarope de Guaco - Indicação da minha mãe. Não sou eu que vou contestar.

. Xampu - Tem o mesmo na França? Tem. Por que eu compro no Brasil? Não faço ideia, mas continuo comprando.

. Dorflex e dipirona - Para aumentar a lista "por que diabos estou levando isso?"

. Dezenas de pares de Havaianas - Atendendo a pedidos dos amigos, dos pais dos amigos, dos filhos dos amigos, dos primos dos amigos, dos amigos dos amigos, dos vizinhos dos amigos dos amigos...

. Camisa da seleção brasileira - É pra dar de presente. Só entrego se ninguém por perto fizer piada. Nem levantar o canto do lábio pode.

. Esmaltes, de umas 18 cores diferentes - E existem 18 cores diferentes?

. Revista Contigo - Conheço alguém em Paris que adora, principalmente se tiver a Angélica na capa. Mais um item inexplicável.

. Protetor solar - Só pro caso de um dia o sol aparecer por lá. Nunca se sabe, né?

. Trocentos escapulários - É encomenda para os amigos. Mas tenho pra mim que os santos me ajudam a passar a alfândega com toda essa muamba.

16 comentários:

Michelle disse...

Muito bom!!!
Sugestão: leva linguiça tb! Aahhah!
Beijão querido!

Cris Caetano disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Juliana disse...

Doce de leite,cocada,dendê...

Janaína Coelho Adão disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Carol Nogueira disse...

Amigo! E não esquece as minhas coisas!
É um livro, um CD de fotos e uma camiseta do Cartola.
Tem lugar na mala?
(Pior é que esse comentário é sério!)

Fabi.Catarse!! disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Fabi.Catarse!! disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkk... que lista!

Tenho duas amigas que amam... Dorflex!! Elas acham que cura tudo... de dor de dente a enjoos... Quando reclamo que, por exemplo, não dormi direito... adivinha: "Toma um Dorflex que melhora!". Melhora oquê?!!! hehehehe Curtes assim Dorflex?!

Meu pai é de Sergipe, daí, todas as vezes que volta de lá... meu Deus... é cada coisa que esse homem traz que contando, ninguém acredita... um dia vai virar post lá no Clara em Neve... tô criando coragem!!! kkkkkkkk

Paçoquinha... não é coisa que se encomende... elas só servem pra consumo próprio... nunca para dar pra alguém!!! Gosta de Chá do Padre?!

Mariana disse...

Leio mas nao costumo comentar, mas essa vez nao dá para nao te felicitar!
Você descreveu bem aquela sensaçao de pra qué tudo isso que me dá quando tenho que fechar uma mala onde o que menos tem é roupa!

Juliana Vermelho Martins disse...

E guaraná?!!! Antarctica, é claro! Eu passei três anos e meio em crises de abstinência!

djterrorista disse...

uns camarões também...

Niana disse...

Só faltou a farinha de mandioca! Hahahaha, excelente lista!

Gisele disse...

Isso sem falar nos presentes que a gente ganha... e que nem sempre, ou melhor, nunca é possivel usar aqui!!!

Gabi disse...

Não conta pra Delourdes que vc tá vindo não, senão ela te entrega o polvilho da roça e o queijo curado que eu não quis trazer!! Beijos e boa viagem!

Gabi disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anônimo disse...

Num esquece do feijão naum!

Turismo & viagens

Natália Vaz disse...

Esse post me lembrou uma viagem que meu pai fez a Brasília recentemente. Ele foi e voltou no mesmo dia e tava todo felizão pensando que ia só com a roupa do corpo, quando a minha avó apareceu com um isopor pequeno cheio de bacuri e 5 kg de rapadura. hahahaha Depois de quase morrer de raiva, ele levou tudo. A parte ruim foi que as pessoas de lá ficaram sabendo do escândalo que ele deu e não nos mandaram nada!